domingo, 25 de novembro de 2018

Portugal Libertario N°3

Portugal Libertario N°3 
  
Não,ao fascismo
 
Supplément a Front Libertaire N°30 
Organisation Revolutionnaire Anarchiste (ORA)
 1 dezembro de 1973, 14p.

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Indústria e conflito no meio rural - Os mineiros alentejanos (1858-1938) / Paulo Eduardo Guimarães

Indústria e conflito no meio rural
Os mineiros alentejanos (1858-1938)
  
Paulo Eduardo Guimarães
 
Em que medida a indústria transforma as relações entre as pessoas? Será que os conflitos sociais emergentes nas sociedades menos desenvolvidas em resultado da implantação da grande indústria radicam na memória das sociedades pré-industriais? Indústria e conflito no meio rural é um estudo de história social que procura contribuir para responder a estas duas questões. Centrado no estudo das comunidades alentejanas que se criaram em torno da exploração mineira, procura surpreender a sua evolução desde a Regeneração até ao Estado Novo na óptica dos comportamentos individuais e colectivos. Aqui se recupera a memória destas comunidades já desaparecidas, constituídas na relação entre um meio rural e a disciplina industrial. Paulo Eduardo Guimarães é assistente no Departamento de História da Universidade de Évora, membro do Centro Interdisciplinar de Historia, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora (Cidehus.UE), da Associação Portuguesa de História Económica e Social e da Associação Portuguesa de Arqueologia Industrial. Mestre em História dos Séculos XIX e XX pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (1995), tem desenvolvido estudos sobre a história mineira portuguesa.
 


Prefácio
Agradecimentos
Introdução
 
Parte I - Os minérios dos estrangeiros que se exportavam
As riquezas que se escoavam…
A economia das pirites alentejanas
 
Parte II - A transformação do meio rural
Os recursos do meio rural
A organização do trabalho mineiro
A construção da vida social
 
Parte III — Industria e Conflito
O motim e a greve
Os mineiros na República: aspirações e derrotas
Indústria e conflito no meio rural
 
Fontes e Bibliografia
 
Apêndices
Documentos
Dados quantitativos
Figuras
Lecture en ligne de l'ouvrage sur 
 

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Mulheres em Luta / Antónia Celeste de Jesus Vieira

Mulheres em Luta
A educação e a dinâmica de auto-organização das empregadas domésticas portuguesas do Sindicato do Serviço Doméstico (1960-1986)

Neste livro, que abrange a conjuntura histórica entre a década de sessenta e meados da década de oitenta do século XX, com particular incidência no período libertador que sucedeu ao 25 de Abril de 1974, dá-se visibilidade ao mundo esquecido das empregadas domésticas em Portugal, que a autora conheceu por dentro. Através do cruzamento da análise documental com os testemunhos orais e registos pessoais de protagonistas, revisita-se o seu quotidiano de trabalho, os processos formativos e educativos que vivenciaram e, sobretudo, as lutas que levaram a cabo para a conquista de direitos sociais e laborais e culminaram com a organização do Sindicato do Serviço Doméstico, do Sindicato Livre das Empregadas Domésticas e da Cooperativa Operária dos Serviços Domésticos – Cooperserdo. 

A AUTORA. Antónia Celeste de Jesus Vieira (que faleceu quando estava em fase final de produção o presente livro, que assim se constitui como uma homenagem póstuma à sua memória) era licenciada em Ciências da Educação, mestre em Educação, Género e Cidadania, e doutorada em História Social da Educação pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra com a tese que está na base da presente edição, “A Educação e a Dinâmica de Auto-Organização das Empregadas Domésticas Portuguesas do Sindicato do Serviço Doméstico (1960-1986)”, cujo corpus documental foi posteriormente doado ao Centro de Documentação 25 de Abril da mesma universidade.

 Afrontamento 340 pp., 2018

Portugal 1974-1975 - Regards sur une tentative de pouvoir populaire



Portugal 1974-1975 
Regards sur une tentative de pouvoir populaire
  
Présenté par Jean-Paul Miroglio et Guy Le Querrec
 Textes de Jean-Pierre Faye, 
Photographies de Alecio de Andrade, Gérard Dufresne, Vojta Dukat, Jean-Claude Francolon, Jean Gaumy, Fausto Giaccone, Benoît Gysemberg, François Hers, Sylvain Julienne, Guy Le Querrec, Jacques Minassian, Alain Mingan, Jean-Paul Miroglio, Daniel Mularoni, Jean-Paul Paireault, Gilles Peress, Sebastiano Salgado
  
Éditions Hier & Demain, 1979 -160 p.